segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Martín Códax Albariño 2012

Os vinhos Martín Códax (se pronuncia "martim codásh") foram batizados em homenagem a um jogral galego (para quem não sabe, "jogral" é o nome que se dava aos compositores e artistas sem origem nobre). Embora todos os vinhos de Albariño que eu degustei ao longo dos anos tenham sido sempre bem agradáveis, sem surpresas "zurrápicas", fiquei realmente impressionado com este. 

O logotipo da vinícola é um alaúde, mas em vez de recorrer a uma versão fotograficamente realista, o designer enxugou o conceito até chegar a sete linhas simples, com as cinco cordas em azul claro metalizado. Eu sempre gostei de rótulos conceituais, e tenho especial predileção por uma abordagem limpa e simples - detesto quando o designer se resume a jogar no logotipo tudo o que encontra pela frente e espera que o "freguês" consiga decifrar do que se trata.

O cérebro humano é bastante capaz de preencher as lacunas dos detalhes em desenhos minimalistas, e é por isso que todos entendemos o conceito de um Homo sapiens feliz quando vemos dois pontinhos e uma linha curva :) Quanto tempo demora para você entender se alguém está de bom humor ou de mau humor através de simples sinais convencionais e do próprio uso da palavra?

Agora, chega de designices e vamos às minhas impressões deste vinho que tenho guardado na minha adega há mais ou menos um ano.

Image result for galician flagMartín Códax Albariño 2012
Rías Baixas, Galiza (Espanha)
100% Albariño
12,5% abv.

Me perguntaram o seguinte pelo chat do Facebook: "Hoje eu vou churrasquear um franguinho. Que vinho vai bem?" Sem saber do que o vivente gosta nem dos detalhes do prato, recomendei este vinho. Os Albariños espanhóis são bem baratos, fáceis de achar nas boas importadoras (e até em alguns supermercados) e agrada a muitos paladares. Esta safra apresentou um ataque aromático floral e de melão. Na boca, mostrou frutas brancas bem leves (pêra d'água, pêssego), acidez média, mas bem presente, e um final de boca ligeiramente amargo, sem incomodar. Em resumo, tudo o que eu quero e espero de um vinhozinho para dias quentes como o deste último fim de semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário