domingo, 30 de julho de 2017

Erros crassos (3): o que JAMAIS deve ser feito com uma boa muçarela de búfala

A muçarela de búfala é um dos queijos de massa filada consumidos principalmente nos meses de verão (mas também no inverno, na primavera, no outono...). A verdade é que essa muçarela vai bem a qualquer hora, em qualquer estação do ano, e vamos deixar de lado os clichês. Os motivos de tanta gostosura são vários e muito fáceis de entender: ela é boa por si própria, pode ser consumida do jeito que sai da embalagem, não é preciso nenhum "ferramental" para consumi-la, combina bem com outros elementos (principalmente com boas guarnições), é boa no almoço, no jantar, no lanche, antes de dormir... faltou alguma coisa? Sim. Faltou indicar exemplos de coisas que jamais devem ser feitas com a muçarela de búfala. Muita gente boa pela aí tem hábitos seculares em relação a essa iguaria, mas sequer imaginam que podem arruiná-la. Vejamos algumas precauções e, principalmente, vamos aprender a tratar a muçarela de búfala para não arruiná-la.

1. Jamais servi-la gelada: a muçarela é servida à temperatura ambiente, não deve estar nem gelada nem quente. Trata-se de um produto fresco que vem conservado no líquido de preservação; costuma-se colocá-la na geladeira para deixá-la um pouco enxuta, pois é difícil sobrar um pedaço que possa ser usado depois, talvez para algum recheio ou coisa do tipo.









2. Jamais cortá-la com uma faca serrilhada: a muçarela de búfala jamais deve ser cortada com uma faca que possa rasgá-la e, portanto, romper suas fibras. É sempre bom e aconselhável usar uma faca de fio liso, embora a maneira mais correta de consumir a muçarela seja sempre às mordidas.

3. Jamais guardá-la fora da sua própria água: muita gente costuma, assim que chega em casa com a muçarela de búfala, jogar fora o líquido no qual ela vem conservada na embalagem. ERRADO! A muçarela de búfala vem conservada na sua água de conservação para que seu sabor não seja alterado durante o tempo em que o vivente conseguir resistir a consumi-la.








4. Jamais demorar muito para consumi-la: volta: logo após ser comprada, é sempre melhor consumir logo a muçarela de búfala, sem esperar muito tempo. Quem não respeitar as regras que indiquei até agora acabará com uma muçarela ressecada e insossa, nada satisfatória. E se o amável leitor conseguiu a proeza de resistir tanto tempo e guardá-la na geladeira, deverá, no momento de bem degustá-la, deixá-la adquirir a temperatura ambiente para liberar todo o paladar do produto.

5. Jamais desviar muito sua finalidade nas preparações culinárias: OK, graças aos MasterChefs da vida, descobrimos que a muçarela de búfala é um alimento muito versátil, prestando-se, assim, a numerosas preparações culinárias. Porém, muitos chefs preferem consumi-la pura, em estado natural, porque apenas desse modo é possível apreciá-la plenamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário